preloader

“Violência psicológica é uma forma de opressão e pode ser confundida como ciúmes”.

 “Violência psicológica é uma forma de opressão e pode ser confundida como ciúmes”.

Mulheres que vivem em relacionamentos tensionados com as mais diversas formas de violência precisam ficar atentas aos sinais, afinal, algumas práticas abusivas podem ser confundidas com ciúmes e trazer marcas para uma vida inteira. A psicóloga KatianaFarreira, que atende na Climege – Hospital Dia, alerta para estas questões no Agosto Lilás, mês de combate à violência doméstica, que, atualmente se apresenta de cinco formas: física, sexual, moral, psicológica e patrimonial.

A profissional destaca que muitas vezes a violência psicológica está presente no cotidiano da relação e muitas mulheres não se dão conta por diversos fatores, mas nenhum sinal pode ser descartado. Constranger, humilhar, manipular, vigiar, insultar e chantagear pode ser algumas das evidências.

“A violência psicológica pode sim acontecer sem que a mulher perceba que sofre esse tipo de violência. Ou ela demora a perceber ou é preciso que alguém de fora sinalize que existe violência psicológica naquele relacionamento, que é tóxico ou abusivo”, disse.

Na maioria das vezes, sem informação quanto a realidade que estão condicionadas, muitas mulheres não sabem como procurar ajuda, sentem insegurança na justiça e, acreditando que não adianta denunciar, pois na cabeça delas não haverá proteção, muitas não denunciam e seguem em um ciclo de medo e dependência que pode atravessar gerações.

“Pode ocorrer também da mulher não se dar conta de que repete um padrão familiar, onde por exemplo, as mulheres da sua família têm relacionamentos desse tipo, e por isso acreditam que é normal sofrer violência também. Quando na verdade elas não vivem uma realidade aceitável. Perdoam as vezes por acreditar que a culpa seja delas e não deles, porque os agressores fazem elas acreditarem nisso”, destaca Katiana.

MENSAGEM DA PSICÓLOGA: Eu gostaria de dizer para as mulheres que vivem em um contexto de violência, que elas são muito mais fortes do que pensam. Só em suportar o que estão sujeitas, já é uma grande demonstração dessa força. Contudo, precisam acreditar mais em si, indo em busca de ajuda, já que sozinha é tão difícil. Existem muitas formas de ajuda. A violência psicológica. principalmente, faz com que vocês acreditem em coisas que alguém inventou para que se sintam fracas, oprimidas e não vejam realmente quem são. Essas mulheres não estão sozinhas e devem também procurar apoio psicológico.Enxuguem as lágrimas, abram um sorriso e vamos à luta.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *