preloader

H3N2: Dr. João Flávio destaca alta procura em consultório nesta semana

 H3N2: Dr. João Flávio destaca alta procura em consultório nesta semana

O Servidor Público Deraldo Neto (28), foi atendido na Climege no início desta semana com um quadro de gripe, apresentando tosse, dor de cabeça e no corpo, além de febre e ânsia de vomito. Ele não foi o único e o perfil de pessoas buscando atendimento na Climege nos últimos dias foi o mesmo por conta de uma maior infecção pelo vírus Influenza A.

O médico clínico Dr. João Flávio absorveu boa parte da demanda e ajuda com informações quem detém algumas dúvidas. “Esse é um novo surto, porém de uma variante já conhecida que é a H3N2, uma doença de contaminação entre pessoas normalmente através de tosse ou espirro ou por meio de superfícies contaminadas que ocorre quando se leva as mãos infectadas ao rosto, especialmente no nariz e boca”, disse.

Ele orienta que as pessoas continuem praticando o uso frequente da máscara facial, hábito herdado ainda por conta da Covid-19. “O uso de máscara é fundamental. É uma forma de contenção para diminuir a contaminação em grande escala como tem acontecido”, explicou.

Uma vez infectado, o paciente precisa procurar de imediato um profissional de saúde e a partir daí seguir fielmente as recomendações, com uso de medicamente e outras práticas que vão ajudar e muito na recuperação. “Além da avaliação médica, o paciente precisa sempre se manter hidratado e bem alimentado”, finalizou.

H3N2 NA BAHIA

Essa mutação já causou a primeira morte na Bahia, anteontem, de uma mulher de 80 anos, segundo confirmou a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Por esta razão se faz necessário esclarecer as formas de contágio e, principalmente, alguns mecanismos de cuidado para prevenção e até tratamento em caso de contrair.